O que é insuficiência cardíaca?

O termo “insuficiência cardíaca” faz parecer que o coração não está mais funcionando e não há nada que possa ser feito. Na verdade, insuficiência cardíaca significa que o coração não está bombeando tão bem quanto deveria. Insuficiência cardíaca congestiva é um tipo de insuficiência cardíaca que requer a busca de cuidados médicos oportunos, embora às vezes os dois termos sejam usados intercambiavelmente.

Seu corpo depende da ação de bombeamento do coração para fornecer sangue rico em oxigênio e nutrientes para as células do corpo. Quando as células são nutridas corretamente, o corpo pode funcionar normalmente. Todavia, com insuficiência cardíaca, o coração enfraquecido não pode fornecer às células sangue suficiente. Isso resulta em fadiga, falta de ar e algumas pessoas têm tosse. Atividades cotidianas como caminhar, subir escadas ou levar mantimentos podem se tornar muito difíceis.

Heart failure diagram

Insuficiência cardíaca é um termo usado para descrever um coração que não consegue acompanhar sua carga de trabalho. O corpo pode não ter o oxigênio de que precisa.

Insuficiência cardíaca é um problema grave, e geralmente não há cura. Mas muitas pessoas com insuficiência cardíaca levam uma vida completa e agradável quando a condição é gerenciada com medicamentos para insuficiência cardíaca e mudanças de estilo de vida saudáveis. Também é útil ter o apoio da família e amigos que entendem sua condição.

Como o coração normal funciona

O coração saudável normal é uma bomba muscular forte um pouco maior que um punho. Bombeia sangue continuamente através do sistema circulatório.

O coração tem quatro câmaras, duas à direita e duas à esquerda:

  • Duas câmaras superiores chamadas átrios
  • Duas câmaras inferiores chamadas ventrículos

O átrio direito recebe sangue esgotado de oxigênio do resto do corpo e o envia através do ventrículo direito onde o sangue fica oxigenado nos pulmões.

O sangue rico em oxigênio viaja dos pulmões para o átrio esquerdo, depois para o ventrículo esquerdo, que bombeia para o resto do corpo.

O coração bombeia sangue para os pulmões e para todos os tecidos do corpo através de uma sequência de contrações altamente organizadas das quatro câmaras. Para que o coração funcione corretamente, as quatro câmaras devem bater de forma organizada.

Como ocorre a insuficiência cardíaca?

Insuficiência cardíaca é uma condição crônica e progressiva na qual o músculo cardíaco é incapaz de bombear sangue suficiente para atender às necessidades do corpo de sangue e oxigênio. Basicamente, o coração não consegue acompanhar sua carga de trabalho.

No início, o coração tenta compensar isso:

  • Ampliando. O coração se estica para contrair mais fortemente e acompanhar a demanda para bombear mais sangue e com o tempo isso faz com que o coração se amplie.
  • Desenvolvendo mais massa muscular. O aumento da massa muscular ocorre porque as células contratuais do coração ficam maiores. Isso permite que o coração bombeie mais fortemente, pelo menos inicialmente.
  • Bombeando mais rápido. Isso ajuda a aumentar a saída do coração.

O corpo também tenta compensar de outras formas:

  • Os vasos sanguíneos se estreitam para manter a pressão arterial para cima, tentando compensar a perda de energia do coração.
  • O corpo desvia o sangue de tecidos e órgãos menos importantes (como os rins), o coração e o cérebro.

Essas medidas temporárias mascaram o problema da insuficiência cardíaca, todavia não resolvem. A insuficiência cardíaca continua e piora até que esses processos compensadores não funcionem mais.

Eventualmente, o coração e o corpo simplesmente não conseguem acompanhar, e a pessoa experimenta a fadiga, problemas respiratórios ou outros sintomas que geralmente solicitam uma ida ao médico.

Os mecanismos de compensação do corpo ajudam a explicar por que algumas pessoas podem não tomar conhecimento de sua condição até anos depois que seu coração começa seu declínio. (Também é uma boa razão para fazer um check-up regular com seu médico.)

Insuficiência cardíaca pode envolver o lado esquerdo do coração, o lado direito ou ambos os lados, no entanto, geralmente afeta o lado esquerdo primeiro.